PARTIDO VERDE DO DISTRITO FEDERAL

“…Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
De onde ele vem
E por isso, porque pertence a menos gente
É mais livre e maior o rio da minha aldeia…”
Fernando Pessoa

 

O Partido Verde surgiu na esteira do processo de redemocratização do Brasil, em 1986, por iniciativa de escritores, artistas, ambientalistas e exilados que voltavam da Europa.Nesse ano, a militância verde deixou marca memorável no cenário sócio político nacional com o evento conhecido como Abraço à Lagoa Rodrigo de Freitas, que contou com a participação de milhares de pessoas.

Em 1988, o PV obteve o registro legal partidário. Inicialmente foram criados os diretórios estaduais do Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Paraíba,estados que lançaram candidatos de imediato. A partir daí, o PV iniciou a expansão do seu projeto para o Norte, Nordeste e outras regiões do Brasil.

No ano seguinte o PV lançava candidatura à Presidência da República, indicando o verde Herbert Daniel, ativista de direitos civis que foi substituído por motivo de saúde. Nessa mesma época, Chico Mendes também esteve muito próximo ao PV, com recíproca colaboração e discussões de incentivo à sua candidatura à Assembleia Estadual do Acre.

No âmbito do Distrito Federal, desde o ano de 1989, assim como nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, o PV reuniu ambientalistas, artistas, jornalistas, professores, militantes das vários matizes sociais e profissionais, que se filiaram ao Partido agregando contribuições diversas às propostas de atuação dos verdes.

De acordo com o Programa e Estatuto do Partido Verde Nacional, o PVDF tem uma visão de mundo libertária, democrática, pacifista e engajada na construção de um Distrito Federal sustentável sob todos os aspectos. Toda a atuação do PV deve ser baseada nos princípios verdes estabelecidos no nosso Programa, no Estatuto e na Carta da Terra do Global Greens, sendo eles:

  • Ética na política;
  • Sabedoria ecológica;
  • Justiça Social;
  • Democracia participativa;
  • Não-Violência;
  • Sustentabilidade;
  • Respeito com a diversidade;
  • Ação Global.

Atualmente, o Partido Verde adota postura independente, lastreada nos nossos princípios programáticos. O PV coordena a Frente Parlamentar ambientalista e tem uma bancada muito atuante no Congresso, como é possível constatar nas votações do Código Florestal.

No Distrito Federal, o Partido Verde tem compromisso com esses princípios e valores, pautados pela ética na política. Temos autonomia para nos aliar com as forças políticas progressistas com as quais tenhamos afinidades programáticas, assim como, liberdade para deixá-las, quando afastarem-se dos nossos princípios e ideário.

O PVDF atualmente participa do GDF, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – SEMARH, que congrega importantes instituições, as quais veem implementando programas bem sucedidos, tais como, Brasília Cidade Parque e o Plano de Controle da Poluição Veicular – PCPV, que foram apresentados e reconhecidos pela comunidade global por ocasião da RIO+20.

Como perspectiva de atuação, o PVDF planeja ampliar o poder de intervenção na produção coletiva das políticas públicas e na parceria com organizações da sociedade civil. Além disso, pretende inspirar o setor privado sobre a importância da construção de um modelo de organização dos nossos espaços e da própria sociedade, com olhos e mentes voltados para o século XXI.

Para conhecer mais sobre a história, os valores, os números e outras informações sobre o PV, sugerimos as seguintes literaturas:

  • Partido Verde – Trajetória nas urnas e análise de resultados. Claudio Turelli. 2011.
  • Partido Verde. Orientação para as Eleições. PV Nacional. 2008.
  • Revista Pensar Verde. Editada pela Fundação Herbert Daniel.
  • Os Verdes na Alemanha Ocidental, Moacir Bueno Arruda, 1989.
  • www.pv.org.br.

 

Partido Verde do Distrito Federal

SCN Quadra 01 bloco F sala 710

Ed. America Office Tower CEP: 70.711-905, Asa Norte/DF